Categorias do Blog
Arquivos

Pesquisa do Procon-SP indica que 76% dos recalls cadastrados são referentes à veículos

Postado por em Últimas Notícias em May 19, PM . 0 Comentários.
RECALL

76% das campanhas são de veículos automotores

Desde 2011 a Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, mantém um banco de dados de todos os recalls realizados no país desde 2002 (consulte aqui). Um levantamento feito pela fundação neste banco apontou que do total de 701 campanhas registradas até o dia 30 de abril de 2014, 76,03% (533 recalls), estão relacionados a problemas com veículos automotores.

Entre as campanhas do período, a Ford lidera a lista com 44 recalls registrados. Chevrolet e Mercedes-bens ocupam respectivamente as próximas posições do ranking, cada uma com 38 registrados. A maioria dos defeitos estão no sistema de freios e no sistema elétrico – 188 dos casos. Outros problemas frequentemente encontrados envolvem falhas no projeto e fabricação, no sistema de combustível, direção, suspensão e amortecedores. Confira aqui a lista completa dos dez modelos, marcas e defeitos com maior número de campanhas de recall.

Entre os 23,97% restantes, constam outros produtos, tais como, alimentos, bebidas, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, de informática, beleza e higiene, que apresentaram defeitos que poderiam trazer riscos a saúde e a segurança do consumidor. Neste ano, entre outros, ocorreram recalls de câmara fotográfica, de gel modelador capilar, de agulhas e de leite UHT. A lista completa pode ser consultada no banco de dados do Procon-SP.

 
O que é recall?

O recall é um chamado que as empresas fazem quando um produto ou serviço apresenta um defeito que coloque em risco a saúde e a segurança do consumidor. O objetivo é corrigir problemas e prevenir acidentes. A medida está prevista no artigo 10 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) que estabelece que “O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança”.

O CDC determina que o fornecedor que verificar algum defeito após a colocação do produto ou serviço no mercado, deve comunicar o fato imediatamente às autoridades e aos consumidores. Além disso, qualquer pessoa pode comunicar o fornecedor, Procon ou demais autoridades sobre acidentes de consumo. Todos os recalls devem ser amplamente divulgados em mídias de grande circulação. O Procon-SP divulga regularmente qualquer tipo de recall registrado.

Com o intuito de conscientizar o consumidor sobre a importância de atender aos os chamados dos fornecedores para o reparo ou troca de produtos, o Ministério da Justiça lançou a campanha "recall: direito seu e dever do fabricante". A campanha foi desenvolvida em conjunto com o Grupo de Estudos Permanentes de Acidentes de Consumo (GEPAC) - grupo do qual o Procon-SP é integrante.

O vídeo foi produzido após acordo entre a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e a Fiat, que após ser multada por deixar de fazer o recall de veículo com defeito, encerrou o processo comprometendo-se a pagar a multa e financiar a produção de um vídeo educativo sobre a importância do procedimento. Confira no blog do Procon-SP.

httpss://www.procon.sp.gov.br/noticia.asp?id=3953

13/5/2014
Fundação Procon-SP
Assessoria de Imprensa
Tags: recall, procon Última atualização: Mar 26, PM

Comentários

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

* Nome:
* E-mail: (Não Publicado)
   Website: (url do site com http://)
* Comentário:
Wildcard SSL Certificates